Fio de Ariadne: Desaceleração

26 setembro 2013

Desaceleração


Eu preciso de pausas. Silêncio (ou música), respiro, solidão. É meu auto-resgate. A maneira que tenho de me reencontrar quando o mundo pesa. Sou movida a pensamentos. Gosto de observar. Isso inclui os outros e a mim mesma. A maneira como lidamos com gente e situações diz muito sobre nós e é peça fundamental na busca do auto-conhecimento. Cada um tem seu tempo, seu ritmo, suas necessidades. Eu exijo pausas. Caso contrário, eu me afogo. Perco-me em meio a tantas informações, tantas energias. O mundo tem áudio e vídeo demais. Nem sempre dá pra acompanhar. Não dá pra editar a vida, né? Mas dá pra colocar um respiro, fazer uns efeitos e, de alguma forma, selecionar (e deletar) o que não nos faz bem. Sou mais passional do que aparento. E não dá pra ser assim o tempo todo. É bom desacelerar de vez em quando. Deixar as coisas seguirem em slow motion pra depois dar conta de apertar firme no flash forward. Enquanto eu puder, vou lutar por isso: minhas paradas, meus silêncios, estar comigo mesma. É saudável e motivador. São as pequenas pausas que me movem.

Nenhum comentário :