Fio de Ariadne: Da leveza que quero da vida

12 maio 2013

Da leveza que quero da vida


"Fechei os olhos e pedi um favor ao vento: Leve tudo o que for desnecessário. Ando cansada de bagagens pesadas. Daqui para frente, apenas o que couber no bolso e no coração." 
Cora Coralina




O que eu quero da vida é brisa no rosto, sorriso fácil, garoa fina (sem sombrinha). Quero cheiro de mato, dedo na panela de doce, olhares que falam. Eu quero abraço apertado, dança sem coreografia, encontros inesperados (porque o acaso não existe). Quero rir com vontade, livre, entregue ao instante. Quero andar descalça, cabelos atrapalhados e cara limpa (e me sentir linda assim mesmo).

Quero o encontro de olhares (sem me preocupar se ele vai evoluir para outras partes do corpo ou parar ali mesmo). Quero me apaixonar, me desapaixonar e me apaixonar de novo (sem dar a mínima para o que os outros vão pensar). Quero dizer nãos sempre que preciso. E saber gritar todos os sims que me derem na telha (ainda que eu precise apenas de um sorriso pra isso). Quero cantar no chuveiro e onde mais tiver vontade. Sem rimas, sem métricas, nada além do sentimento que a música me desperta.

Eu quero almoço de domingo, baralho na casa da tia, corrida e pulo na piscina, saída com os amigos (só os verdadeiros). Quero roda de violão e cafuné de graça (porque tem gente que cobra por ele). Também gosto de sono bom, sonho doce (de comer e de sonhar) e de pipoca do pipoqueiro. Eu quero um pouco de Leminski e outro tanto de Cecília. E Clarice pra pensar. Quero Lenine pra ouvir e um bom samba pra dançar. Ah, e muitos beijos! De mãe, de pai, de irmão, de criança, de amigo... E, claro, de amor (atrevidos, entregues, infinitos). Quero despreocupação, sabedoria e coragem (inclusive pra assumir minhas fraquezas). Quero o simples. O não planejado. A liberdade. 

Quero mais e quero tanto que tudo se resume em muito pouco: ser leve. 
E o que não for assim que a vida leve!

Um comentário :

Aline Carraro disse...

Tbm quero ser livre, ser leve... quero ser pouco pra ser muito feliz!