Fio de Ariadne: Cuide-se

26 fevereiro 2011

Cuide-se

"Cuide-se bem,
Perigos há por toda a parte
E é bem delicado viver,
De uma forma ou de outra,
É uma arte, como tudo."

Guilherme Arantes



Cuide-se. A vida vai exigir de você. Você vai viver muitas experiências. Nem todas vão lhe trazer boas lembranças. Nem todas vão ser fáceis de encarar. Por isso, eu digo: cuide-se. Você vai se apaixonar por muitas pessoas, encontrar gente que vai fazer-lhe pensar que é possível ser compreendido, que é mais fácil lutar quando há alguém segurando a sua mão. Deus colocará anjos no seu caminho nas horas exatas. Mas, você também vai encontrar gente de alma cinzenta e coração duro, pessoas cheias de peso, que carregam uma vida de mágoas e sentimentos parasitas. Você vai encontrar pessoas sem pontes. E, nessas horas, não se abale, cuide-se.

Vez ou outra você vai ter coisas difíceis a fazer. Respire fundo, confie na sabedoria Divina e faça. É preciso, faz parte do circo chamado vida. Coisas difíceis sempre existirão. Se tiver que fazê-las, vá em frente. Algumas pessoas tentarão convencer-lhe da sua incapacidade. Ignore. Confie em si mesmo e cuide-se.

Vão surgir sentimentos estranhos, dolorosos e agressivos. A mosca da vaidade vai zumbir em seu ouvido algumas vezes. Vão surgir oportunidades de fazer o mal. Vai haver momentos de revolta, vai haver acontecimentos tristes, dias de medo e insegurança. O corpo vai falhar de vez em quando. Pode ser difícil, mas não desista, não vacile, cuide-se.

As pessoas nem sempre corresponderão seus sentimentos. Às vezes, alguém que você ama muito vai decepciona-lo. As tentações materiais vão bater à sua porta e surgirão convites maliciosos. Você vai ouvir mentiras, vai acreditar em algumas e de vez em quando vai acabar contando alguma também. Pode não ser fácil, mas não corrompa-se, cuide-se.

A vida é um extenso teste de fé e caráter. Passe por ela com as melhores notas. Não deixe de vivê-la na intensidade. Não deixe de aprender com ela. Sobretudo, não deixe que os percalços do caminho impeçam-lhe de seguir e tirem de você o que carrega de mais precioso: a sua essência. Não tema. Tudo não passa de um teste que você pode vencer. Basta não se perder. Não permita que situações e pessoas tirem-lhe de si mesmo. Haja o que houver, seja firme, seja forte, relaxe a cabeça, reconheça e sinta o próprio coração. Cuide-se.

9 comentários :

Raquel disse...

Gostei bem! Li como li o Álvaro de Campos hj no metrô, admirando a sequência das idéias.

Carol Jardim disse...

Às vezes, tenho dúvidas se estou lendo uma jornalista ou uma psicóloga. rsrs...Se bem que psicólogos geralmente ouvem mais do que falam. E é bom ouvir-ler você, jornalista querida. Suas palavras sempre trazem pontinhos brilhantes em nossas vidas. Mil beijos coloridos.

Carol Jardim disse...

Ah, adorei a imagem. Oh saudade da minha yoga. Bem que você podia experimentar, hein Didica. Sua cara! Quando eu voltar, podemos fazer juntas. Minha professora está reformando uma parte da casa dela para dar aula lá. Que tal?

Ariadne Lima disse...

Oi, Carolzinha! Acho que você vai gostar da notícia: a foto não foi em vão. Eu já estou fazendo yoga! Qdo voltar, a gente já vai poder trocar ideias sobre isso! rs Bjo!

Carol Jardim disse...

Que linddoo Ariadne Lima...temos muito que conversar então. Adorei a notícia!! Muitos beijos

Talita Cruz disse...

Olá moça!
Esse seu texto disse tudo! Estou sentindo falta dos seus textos, mas fases de adaptações são assim mesmo né? Eu finalmemte consegui um estágio! É em assessoria de imprensa, não é tudo que eu queria, mas temos que começar de algum lugar né? rs. Espero que vc consiga se estabilizar logo e volte as escrever seus textos que eu tanto adoro! Bjuus

Ariadne Lima disse...

Oi, Talita! Parabéns pelo estágio! Fico feliz! E não se preocupe: a vida nos leva exatamente para onde temos que ir e, nesse caso, vc tem grandes chances de descobrir coisas muita boas na assessoria de imprensa. Também estou vivendo uma nova fase profissional e, naturalmente, pessoal. Demora um pouco para os pensamentos voltarem aos eixos, mas eles voltam e aí meus textos voltam junto (ou piram junto rs). Bjo!

José Geoberto dos Santos disse...

Querida sobrinha, Ariadne. Respirei fundo e procurei esvaziar-me do cansaço, das preocupações, do medo que nos acompanhar sempre até chegarmos de volta à casa, depois de um dia de trabalho; para assimilar com com mais eficácia o seu texto: Cuide-se,Já sabendo o quanto você escreve bem e com a sabedoria dos grandes escritores, me preparei para isto.Parabéns, o texto é lindo como todos que você já publicou em seu blogger eu tive a graça de lê-los. E agora tendo a oportunidade de ler os comentários publicados por quem leu o referido texto, me sinto muito honrado em ser seu tio.Bjs. e saudade, Geoberto.

Ariadne Lima disse...

Tio querido, obrigada pelas palavras e pelo carinho. Te amo.