Fio de Ariadne: Reflexões de Saturno

22 julho 2010

Reflexões de Saturno

"E aos 29, com o retorno de Saturno, decidi começar a viver." Renato Russo


Desculpem-me a falta de literatura. Dei folga aos meus personagens. Cansei, por hora, de ser Alice, Clarice e outras “ices” que gosto de inventar. Nunca fui tão eu. Não sou exemplo. Nunca fui modelo de nada, mas agora me assumo, com todas as insapiências, inconseqüências e tolices da minha alma. Não sou só de erros também. Sou cheia de “eus”. Algumas de minhas faces são gostosas de se ver. Outras, nem tanto.

Coloco-as à mostra agora. Sou a principal espectadora de mim. Acho graça das minhas cagadas, mas não deixo de aplaudir os meus acertos. Acho que sou mais livre. E espero, sinceramente, não encontrar ninguém no caminho que me faça sentir presa novamente. Ao contrário: a partir de agora, só aceito aqueles que quiserem ser livres comigo. Ou que queiram ser libertados. É como um salto de pára-quedas sobre si mesmo. Você é o próprio ar livre.

Estou começando a aceitar a proximidade dos 30. O que é melhor: estou gostando disso. Acho que a maturidade é que me traz a liberdade de presente. É ela que me diz: olha, você é isso aí mesmo e não está ruim assim. Os astrólogos diriam que é o tal retorno de Saturno. Que seja. Se for para me fazer entender, sem culpas, quem eu sou e o que há de bom e ruim nisso, Saturno é muito vindo.

Entendi que consigo conciliar características muito diversas, sem que isso faça de mim alguém do tipo “duas caras” ou indecisa. Sei dosar cada uma delas de acordo com o que preciso. Sou contida, mas sou intensa. Sou sensível, mas sou forte. Sou metida, mas gosto de aprender. Sou leve, mas comprometida. Sou medrosa, mas provei (e gostei!) do sabor dos desafios.

Poderia gastar muitas linhas falando o que descobri a meu respeito, mas melhor parar por aqui. Seria me revelar demais. E de uma coisa sempre tive certeza: do meu gosto pelo mistério, que agora conta com um aliado a mais: a convicção de que só me revelo até onde meu bem-estar permitir.

Nenhum comentário :